Governo investirá mais de R$500 mil em reforma e ampliação do Hemoar

  • Redação
  • 07/08/2012 15:09
  • Cidade
Divulgação
Unidade Móvel do Hemoar

O Governo do Estado vai investir, por meio de convênio com o Ministério da Saúde, R$ 1 milhão para reformar o Hemocentro de Alagoas (Hemoal), o Hemocentro Regional de Arapiraca (Hemoar), além da Agência Transfusional (AT) de Palmeira dos Índios. O anúncio foi feito nesta terça-feira (7), pelo governador Teotonio Vilela Filho, durante visita a sede da Hemorrede Pública de Alagoas, situada no bairro Trapiche, em Maceió.

O início das obras deve ocorrer depois da conclusão dos processos licitatórios, que estão sendo preparados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), visando contratar as empresas que irão executar as reformas e ampliações. Do total de recursos a serem investidos, R$ 561.448 serão destinados para a reforma, ampliação e compra de equipamentos do Hemoar, R$ 221.110 para a reforma da AT de Palmeira dos Índios e R$ 221.111 para a do Hemoal.

Com a conclusão dos serviços, será possível qualificar ainda mais o atendimento aos doadores de sangue e medula óssea, bem como ampliar o número de leitos para o atendimento aos pacientes que são vítimas de doenças do sangue, a exemplo de anemia falciforme e hemofilia.

O Hemoal e o Hemoar são responsáveis pela política hemoterápica e hematológica em Alagoas, garantindo o fornecimento de sangue e hemocomponentes em quantidade e com qualidade necessárias à demanda transfusional dos hospitais do Estado, além de assegurar programas de ensino e pesquisa à sociedade acadêmica.

“Já houve mãe de paciente do Hemoal e Hemoar que afirmou ter sido mais bem atendido aqui do que em hospitais particulares. Sabendo da importância das duas unidades para os usuários do SUS [Sistema Único de Saúde] e do comprometimento de todos os servidores que salvam dezenas de vidas todos os dias. Temos que investir para melhorar a estrutura física destas instituições”, ressaltou o chefe do Executivo, parabenizando os servidores do Hemoal pela conquista da certificação de Unidade de Elite em Hematologia e Hemoterapia concedida pela Associação Brasileira de Hematologia e Hemoterapia (ABHH).

Mais melhorias

Segundo o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Toledo, que também acompanhou Vilela durante a visita ao Hemoal, outros investimentos serão realizados na Hemorrede Pública de Alagoas. Além da implementação da Rede de Atendimento aos Pacientes Hematológicos, serão adquiridos novos veículos para as unidades, a fim de melhorar a captação de doadores de sangue e medula óssea em Alagoas.

“Sei da importância do Hemoal e do Hemoar para os alagoanos, do comprometido de todos os servidores e da eficiência nos serviços disponibilizados, tanto que sou também usuário do Ambulatório de Hematologia e posso comprovar a qualidade no atendimento”, frisou.

A diretora da Hemorrede Pública de Alagoas, Verônica Guedes, acompanhou a visita pelas dependências do Hemoal e apresentou o projeto de modernização do órgão, que está ligado à Superintendência de Atenção à Saúde e deve passar a ser uma unidade de emergência nos próximos meses.

Segundo Verônica Guedes, além do hemocentro e do regional, o sistema é composto pelas Unidades de Coleta de Coruripe e do Hospital do Açúcar e pelas Agências Transfusionais de Santana do Ipanema, Palmeira dos Índios, São Miguel dos Campos, Penedo, da Maternidade Escola Santa Mônica, da Unidade de Emergência Dr. Daniel Hoully, em Arapiraca, e do Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió.

“Coletamos diariamente cerca de 60 bolsas de sangue, quando nossa demanda deveria ser de 100. A unidade realiza cerca de 70 atendimentos hematológicos por dia. Necessitamos modernizar ainda mais a Hemorrede Pública de Alagoas para manter padrão de excelência e prestar um serviço ágil, qualificado e humanizado aos usuários do SUS, como especifica a Agência Nacional de Vigilância Sanitária”, ressaltou Verônica Guedes, destacando que, somente no primeiro semestre, foram realizadas 17 capacitações para os funcionários do órgão.

ISO 9001

Além de destacar que o Hemoal mantém convênio para fornecer plasma à indústria francesa LFB, que produz hemoderivados para tratar doenças hematológicas, a diretora da unidade evidenciou que o órgão está trabalhando para obter a certificação ISO 9001, com foco na padronização organizacional dos procedimentos.

“Com esta certificação, que estamos trabalhando com dedicação para ser o primeiro órgão público estadual a obtê-la, os procedimentos da instituição serão todos padronizados, conforme normas internacionais, seguindo processo organizacional de monitoramento para conquistar ainda mais credibilidade frente aos usuários”, afirmou Verônica.

A certificação designa um grupo de normas técnicas que estabelecem um modelo de gestão da qualidade para organizações em geral, qualquer que seja o tipo ou dimensão. A sigla ISO refere-se à International Organization for Standardization, que representa uma Organização Não Governamental fundada em 1947, em Genebra, e hoje presente em 157 países. Ela tem a função de promover a normatização de produtos e serviços para que a qualidade dos mesmos seja permanentemente melhorada, com resultados ainda mais fidedignos e expressivos.