Doze dicas de como evitar queimaduras em crianças

  • annaclaudia
  • 03/05/2009 21:52
  • Saúde
As queimaduras são uns dos principais acidentes que atingem as crianças. Uma pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde entre setembro e outubro do ano passado aponta que a maioria (27,4%) dos atendimentos de emergência por esse problema foi em pequenos de até nove anos. E dentro dessa faixa etária, 91,6% dos casos aconteceu dentro de casa.

Basta um cabo de panela virado para fora do fogão ou materiais inflamáveis ao alcance da garotada para que o pior possa acontecer. "As crianças são mais vulneráveis às queimaduras por terem pele mais fina que adultos e crianças mais velhas. Sofrem queimaduras a temperaturas mais baixas e mais rapidamente, que atingem maior profundidade e maior superfície do corpo; e têm habilidade reduzida para escapar do perigo", afirma a ONG Criança Segura.

Caso o filho se queime, nunca coloque manteiga, clara de ovo ou outras receitas caseiras no machucado. "Bolhas só podem ser estouradas por um médico no pronto socorro. Se a queimadura for causada por líquidos quentes, resfrie a área queimada imediatamente com água fria e corrente. Se for com agentes químicos, lave a área atingida com grande quantidade de água corrente. Se as vestes ficarem em chamas, deve-se deitar e rolar a criança no chão, além de enrolar a vítima com um pano úmido", recomenda a instituição.

Como o melhor sempre é prevenir, fique atento e siga à risca algumas dicas simples da ONG Criança Segura:

1. Mantenha as crianças longe da cozinha e do fogão, principalmente durante o preparo das refeições.
2. Dê preferência pelas bocas de trás do fogão e deixe os cabos das panelas virados para trás.
3. Evite carregá-las no colo enquanto mexe o conteúdo de panelas no fogão ou manipula líquidos muito quentes. Até um simples café pode provocar graves queimaduras na pele de um bebê.
4. Quando estiver tomando líquidos quentes, fique longe dos pequenos.
5. Não use toalhas compridas ou jogos americanos para evitar que os pequenos puxem, fazendo com que o que estiver em cima os queime.
6. Antes de dar banho no bebê, verifique a temperatura da água com o cotovelo ou o dorso da mão.
7. Não deixe as crianças brincarem por perto quando estiver passando roupa nem largue o ferro elétrico ligado sem vigilância.
8. Proteja as tomadas com tampas apropriadas, esparadrapo, fita isolante ou mesmo cobertas por móveis.
9. Fios elétricos devem estar isolados e longe do alcance da mão das crianças.
10. Apenas permita que empinem pipas em campos abertos com boa visibilidade, sem a presença de fios e postes de eletricidade. Oriente para não tentar retirar o brinquedo caso se enrosque na rede.
11. Não deixe fósforos, isqueiros e outras fontes de energia ao alcance das crianças.
12. Guarde todos os líquidos inflamáveis fora da casa e trancados longe dos filhos.