Sessenta pessoas são denunciadas por trabalho escravo em MT

  • antoniomelo
  • 01/05/2009 04:30
  • Brasil/Mundo

O Ministério Público Federal denunciou ontem, 60 suspeitos de manter pessoas em situação de trabalho escravo em Mato Grosso. De acordo com o MPF, se somadas as quantidades de trabalhadores resgatados de todas as fazendas que tiverem seus proprietários denunciados, o total é de 683 pessoas.

 

As ações são resultado de uma mobilização dos procuradores da República de todas as unidades do MPF no Estado (Cuiabá, Cáceres e Sinop) para intensificar a repressão contra a exploração do trabalho escravo.

 

Outra providência tomada pelo Ministério Público Federal foi elaboração de um roteiro para orientação do Grupo Móvel de Fiscalização do Ministério do Trabalho, para que sejam recolhidas o maior número possível de provas que ajudem na elaboração das ações judiciais que pedem a responsabilização criminal dos aliciadores.