Reprodução 5d44f905 7b31 41da 9d63 cfbb3dc4e0c9

Na busca pelo avião desaparecido, que levava o atacante argentino Emiliano Sala a Cardiff, no País de Gales, a polícia de Guernsey afirmou, na tarde desta terça-feira (22), por meio de sua conta oficial no Twitter, que encontrou objetos flutuando no mar, mas não conseguiu confirmar se estes pertencem à aeronave, e que, por conta do mau tempo, o resgate está suspenso até o próximo nascer do Sol.

"Se eles [piloto e Sala] pousaram na água, as chances de que alguém tenha sobrevivido são, a esta altura, pequenas", escreveu o perfil.

Após informar sobre a suspensão das buscas até amanhã (quarta-feira), a polícia afirmou que não haverá mais atualizações sobre o caso nesta terça, e que a procura continuará na manhã de quarta (23).

Ex-atacante do Nantes, o argentino Sala voava em uma aeronave de pequeno porte rumo ao Cardiff City, sua nova equipe. Às 20h23 (horário local) de segunda-feira, o avião desapareceu e seu sumiço foi reportado à guarda costeira de Guernsey.

A operação de resgate começou na mesma noite, parou por mau tempo na madrugada seguinte e seguiu nesta terça. Até o momento, não houve confirmação de que algum vestígio do avião tenha sido encontrado.

Quem é Emiliano Sala, atacante desaparecido após sumiço de avião

Recém-contratado do Cardiff City junto ao Nantes, o atacante argentino Emiliano Sala estava em um avião que desapareceu na noite da segunda-feira (21) no Canal da Mancha. Até o momento, não há informações sobre o atleta ou a aeronave. Sala, que estava a caminho de novo clube, fez toda sua carreira na França. Conheça mais sobre sua história.

Nascido em 1990, em Cululu das Colonias-ARG, ele nunca atuou em seu país de origem. Sua estreia no futebol foi em fevereiro de 2012, pelo Bordeaux-FRA, seu primeiro clube.

Seus primeiros gols foram pelo Niort: 18 em 39 jogos. Ele atuou no clube, da segunda divisão francesa à época, por empréstimo.

De volta ao Bordeaux, marcou seu primeiro gol pelo clube em 2014. Em 2015, foi emprestado ao Caen, também da França.

Pelo Caen, foram apenas cinco gols em 13 jogos. Depois de sua passagem pela equipe, ficou um mês no Bordeaux e se mudou para outro clube da França, o Nantes, desta vez uma transferência em definitivo.

Em sua primeira temporada pelo Nantes, em 2015-16, ele não teve grande desempenho: foram seis gols em 35 jogos.

Os números melhoraram na temporada seguinte. Em 39 jogos, ele marcou 15 gols.

A atual temporada, 2018-19, foi a consagração do atacante, com 13 bolas na rede em 21 partidas. As atuações despertaram o interesse do Cardiff City, do País de Gales, que fechou sua contratação. Ele deixou o Campeonato Francês entre os cinco principais artilheiros desta edição, com 12 gols, abaixo de nomes como Cavani, Neymar e Mbappé.

Aos 28 anos, ele fechou com o Cardiff por 15 milhões de libras (cerca de R$ 72 milhões), e se apresentou ao clube em 20 de janeiro. Foi, em valores, a maior contratação da história do clube galês.

A última publicação em sua conta oficial do Instagram foi no dia 21, se despedindo de seus colegas e amigos do Nantes, clube pelo qual marcou 48 gols em 133 jogos e conquistou o carinho da torcida.