R7 6673c465 cffa 44dd b180 637cd9340088

Chega a 222 o número de mortos pelo tsunami que atingiu as praias ao redor do estreito de Sunda, na Indonésia, neste sábado (22). Os dados são da Agência Nacional de Gestão de Desastres (BNPB, na sigla em indonésio) — que afirma ainda serem mais de 800 feridos em decorrência do desastre. 

O número de vítimas pode crescer. Após a chegada do tsunami, um alarme falso de novas ondas ainda deixou a população em pânico.

As causas do tsunami — que atingiu as praias ao redor do estreito de Sunda, entre Java e Sumatra — continuam sendo investigadas, mas há uma relação com a erupção do vulcão Anak Krakatoa e as fortes ondas que se alastram pela região devido à lua cheia.

A Indonésia ainda está localizada no chamado Círculo de Fogo do Pacífico, uma área de constante atividade sísmica e vulcânica.

Tragédia e desespero

Imagens captadas pelo canal local Kompas TV neste domingo (23) mostram pessoas correndo pelas ruas em meio ao tráfego, na tentativa de chegar a lugares mais altos.

"Estamos recapitulando relatos de impactos do tsunami que atingiu o estreito de Sunda, particularmente Serang, Pandeglang e South Lampung", afirmou Sutopo Purwo Nugroho, porta-voz da BNPB, para a Metro TV — canal de notícias 24 horas da Indonésia. 

Autoridades alertaram moradores e turistas nas áreas costeiras ao redor do estreito de Sunda para ficarem longe das praias.