Reprodução Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

A futura primeira-dama,  Michelle Bolsonaro participou, nesta quarta-feira (12), de uma reunião que discutiu a estrutura do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, que será comandado por Damares Alves. O encontro teve a presença de pessoas com deficiências, pois é cogitada uma secretaria para tratar do assunto dentro deste Ministério. Nada ficou definido nesta quarta, apesar de terem sido discutidas políticas públicas para pessoas com deficiência.

Ontem, Michelle já havia participado de uma reunião preliminar com entidades do setor e com Damares. No compromisso de hoje, além de Damares, esteve presente Osmar Terra, indicado para o ministério da Cidadania e Ação Social.

Michelle tem causado boa impressão nos congressistas que presenciam suas ações. Segundo informações apuradas por Myrcia Hessen, produtora da Record TV, fala-se na equipe de transição que a futura primeira-dama está bem ativa, falando bem e que pretende ser atuante, também, durante o governo de Jair Bolsonaro.

Na primeira entrevista exclusiva que deu à RecordTV, Michelle disse que trabalharia tanto quanto fosse possível em projetos com deficientes. Ela já atuou como intérprete de libras nos cultos da Igreja Batista Atitude, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Michele tem um tio surdo.