Reprodução 65616130 3d08 40b6 86b7 a16b213a1431

Luiza Brunet rebateu publicação do ex-companheiro Lirio Parisotto nesta quinta-feira (31). O empresário se posicionou por meio das redes sociais sobre a decisão da justiça de São Paulo que negou o pedido de reconhecimento de união estável feito pela ex-modelo.

Segundo Brunet, ela está lutando por seus direitos.

— Foram cinco anos de união estável. Há provas. Públicas (só procurar pelo Google). E também as que estão no processo. Como fiz em toda minha vida: jamais, jamais, abriria mão dos meus direitos. Nesse caso, ao meu direito à união estável. Previsto por lei, pela ética e que incomoda a quem não quer ver o mundo mais justo.

Na quarta-feira (30), após sentença favorável a ele, Lirio usou o Instagram para falar da decisão e das alegações feitas pela ex na ação.

— Acabei de derrubar mais esta mentira. Numa brilhante decisão de 17 páginas, dada pelo meretíssimo Juiz de Direito, Dr. Leonardo Aigner Ribeiro, qualificou nosso relacionamento como namoro tormentoso, queria entrar no financeiro.

Na última terça-feira (29), a assessoria de Luiza afirmou ao R7 que recorreria da sentença e a decião “não reflete a prova dos autos”.

Em 2016, a ex-modelo revelou ter sido vítima de violência durante viagem dos dois a Nova York, nos Estados Unidos. Na ocasião, de acordo com Luiza, o então marido a chutou e quebrou quatro de suas costelas, além de ter dado um soco no olho. No ano seguinte, Lirio foi condenado a um ano de prestação de serviços à comunidade por conta das agressões.