Reprodução 181f7875 9f85 4cc4 9f2f 7e67df0005b4

As imagens de um caso chocante impressionaram os moradores da cidade de Bosque, Novo México, nos Estados Unidos. Em meados de maio, um homem foi encontrado pregado em duas árvores na floresta da região, mas as fotos e vídeos de seu resgate só foram divulgados agora.

Jose Duran, que acredita ter sido vítima de um crime de vingança, teve suas mãos pregadas em duas árvores e agonizou durante horas, até que um funcionário municipal escutou os gritos de socorro do homem e procurou ajuda.

“Ele estava gritando por socorro, e quando cheguei ao local e vi sua situação, eu meio que entrei em pânico porque não sabia se havia alguém à espreita”, o funcionário declarou à polícia, de acordo com informações divulgadas pelo site “New York Post”.

Quando as autoridades chegaram ao local, encontraram Duran ainda consciente e desesperado. Imediatamente o resgate foi acionado, e os policiais trabalharam junto com paramédicos para resolver a situação.

Em entrevista à estação de rádio “KRQE”, o americano explicou que foi vítima de uma máfia do setor imobiliário depois de uma longa disputa judicial.  Segundo ele, dois homens o levaram para o local, no meio da floresta, e pregaram suas mãos às árvores – com a real intenção de matá-lo. O crime está sendo investigado, e até agora, ninguém foi preso.

Guerra na Síria

Também em um caso de crucificação, em 2015, o Estado Islâmico divulgou uma execução na cidade de Aleppo, na Síria. Em frente a um público de homens e crianças, uma pessoa não identificada foi decapitada e depois pregada  no local.

Em meio a um período em que o Estado Islâmico foi responsável diversos casos de execuções bárbaras, o grupo extremista justificou o crime dizendo que o homem era um traficante que roubava de muçulmanos, mas essa informação não pode ser confirmada por nenhuma fonte oficial.