Assessoria 14966637852119

A cidade de Palmeira dos Índios ganha um título mais que merecido ao ser classificada como a “Capital da Cultura de Alagoas” por sua indiscutível contribuição literária e cultural que marcou sua trajetória. A homenagem prestada ao povo palmeirense por duas estrelas da música brasileira, Amazan e Jorge de Altinho, projetam Palmeira dos Índios ne cenário cultural alagoano e brasileiro.

Amazan e Jorge de Altinho, além de grandes interpretes e muito queridos no Nordeste e no Brasil, estão na programação das Festas Juninas de Palmeira dos Índios, Caruaru e Campina Grande. Os dois artistas, que são destaques de sucesso por ondem passam, aceitaram gravar essa composição que fala da terra Xucuru sem cobrar cachê. “É um presente ao povo palmeirense e a Capital da Cultura” afirmaram.

O pedido para elaboração e produção de uma música para promoção da cidade que há anos foi governada na década de 1930 pelo escritor, Graciliano Ramos, foi iniciativa do prefeito Júlio Cezar, que apesar de ser palmeirense de paixão é nascido em Caruaru, Pernambuco. “Quem não canta o seu lugar ou a sua terra não se torna universal, portanto nosso obrigado aos artistas, Jorge de Altinho, Amazan, JM e Cláudio Rios coroam Palmeira com essa pérola que nos emociona e enche de orgulho” disse o prefeito.

Os dois artistas, emprestaram sua voz para uma composição inédita idealizada pelos músicos, José Maria (JM) e Cláudio Rios, colocando a cidade no roteiro dos grandes festejos juninos do Brasil. “Essa música é uma dedicação especial a esta terra linda chamada Palmeira dos Índios e ao seu povo como sendo um resgate do orgulho e autoestima” disse JM.